fbpx

ACABAMENTO - QUAL O PESO MÁXIMO DE CERÂMICA A SER INSTALADA EM UMA PAREDE DE DRYWALL?

O peso máximo da cerâmica é de aproximadamente 35 kg/m2, e deve ser fixada com argamassa colante do tipo AC III.

ACABAMENTO - QUAIS AS PRINCIPAIS RECOMENDAÇÕES PARA APLICAÇÃO DE REVESTIMENTOS CERÂMICOS, PASTILHAS E MÁRMORE?

Aplicar argamassa colante do tipo AC II ou AC III para colagem do revestimento cerâmico. No caso de áreas úmidas com chapa do tipo Resistente à Umidade -RU, utilizar montantes a cada 400 mm ou, caso o espaçamento seja de 600 mm, utilizar chapas duplas. Recomenda-se a utilização de rejuntes flexíveis nos encontros em ângulos e para estruturas mais deformáveis.

ACABAMENTO - O DRYWALL PODE RECEBER ACABAMENTOS? QUAIS AS PRECAUÇÕES A SEREM OBSERVADAS?

Os sistemas drywall podem receber qualquer tipo de acabamento, como pintura, revestimento cerâmico, laminado, fórmica, madeira, etc. Porém, alguns acabamentos, como o revestimento cerâmico e os laminados melamínicos, devem ser executados com cuidados especiais, tais como diminuir o espaçamento dos montantes para 400 mm (no máximo) e não utilizar laminados com espessura inferior a 1,2 mm.

PINTURA - QUAIS SÃO OS PRINCIPAIS ERROS NA PINTURA EM DRYWALL?

Realizar a pintura sem a completa secagem da massa para tratamento de juntas; lixar e não limpar a superfície antes da pintura; não usar as tintas adequadas (fundo preparador, tinta comum ou tinta própria para drywall); e não usar rolo de pintura liso ou com pelo baixo.

PINTURA - PARA PINTURA EM DRYWALL, RECOMENDA-SE O USO DE QUAL TIPO DE ROLO?

Recomenda-se rolo de pelo de lã baixo.

PINTURA - QUAL O PRODUTO RECOMENDADO PARA UMA REPINTURA EM DRYWALL ANTES DA TINTA DE ACABAMENTO?

Fundo preparador de paredes.

PINTURA - QUAL PRODUTO NÃO SE DEVE APLICAR EM UMA PAREDE OU TETO DE DRYWALL?

Cal.

PINTURA - NA FALTA DE TINTA PRÓPRIA PARA DRYWALL, QUE PRODUTO DEVE SER USADO COMO FUNDO?

Fundo preparador de paredes.

PINTURA - O QUE SE DEVE FAZER APÓS O LIXAMENTO DA MASSA DE TRATAMENTO DE JUNTA?

Remover o pó com pano úmido.

PINTURA - QUAIS AS RECOMENDAÇÕES PARA APLICAÇÃO DE PINTURA NOS SISTEMAS DRYWALL DE PAREDES, TETOS E REVESTIMENTOS?

Realizar a pintura de uma superfície em drywall com qualidade depende basicamente de dois fatores principais: preparação da superfície a ser pintada e aplicação correta do sistema de pintura.

  • Preparação da superfície a ser pintada

As superfícies a serem pintadas devem encontrar-se planas e isentas de deformações como buracos e mossas. Se existirem deformações, a superfície precisa ser calafetada com massa Perlfix-BR. As cabeças dos parafusos deverão ser cobertas com massa Readyfix-BR ou Fastfix-BR. O tratamento das juntas deverá ser efetuado conforme as recomendações dos manuais técnicos da Knauf do Brasil, especialmente se a massa (Readyfix-BR ou Fastfix-BR) estiver seca, com a fita aderida e sem bolhas. Após a cura da massa utilizada e com auxilio de uma lixadeira manual, lixar (com lixas 120 e 180) as rebarbas, os ressaltos e as ondulações que existirem.

  • Aplicação correta do sistema de pintura

Uma vez escolhido o tipo de tinta, tem início a aplicação do sistema de pintura que consiste de fundo, nivelamento e acabamento na seguinte ordem:

Fundos – correção de determinadas condições da superfície, como calcinação ou absorção excessiva, ou mesmo como proteção inicial e para torná-la homogênea. Usar selador acrílico (em paredes que nunca foram pintadas) e fundo preparador de paredes (para repintura). Antes de passar à próxima etapa, aguardar a secagem, de acordo com as informações do fabricante do produto.

Nivelamento – deve ser executado somente se existirem pequenas imperfeições a corrigir. Se for feito com massa corrida, é necessário lixar a área tratada após a secagem, para retirada das imperfeições.

Acabamento – o produto aplicado como acabamento deve conferir à pintura todas as características visíveis de qualidade, desempenho e resultado esperados. Antes de iniciar esta etapa, a superfície deve estar limpa e com ausência de pó. O número de demãos aplicadas dependerá da qualidade do produto bem como se o acabamento está a contento. Utilizar tinta acrílica ou tinta PVA. DICA: no sistema drywall não deve ser usada CAL como acabamento.

TRATAMENTO DE JUNTAS - QUAIS AS CONSEQUÊNCIAS DE REALIZAR O TRATAMENTO DE JUNTAS COM GESSO EM PÓ?

A consequência é o aparecimento de fissuras e/ou tricas nas juntas.

TRATAMENTO DE JUNTAS - COMO PROCEDER NA CORREÇÃO DE FISSURAS NO TRATAMENTO DAS JUNTAS?

As trincas podem surgir em função da má execução das juntas ou em decorrência da movimentação da estrutura do edifício (variações térmicas ou mecânicas). A ação corretiva consiste em um processo cuidadoso de remoção da junta existente (massa seca e fita), sem comprometer o cartão que reveste a chapa para drywall, após o que deve ser efetuado um novo tratamento, de acordo com as normas. Após a secagem, lixar e repintar.

TRATAMENTO DE JUNTAS - QUAIS AS CONSEQUÊNCIAS DO USO DA FITA TELADA NO TRATAMENTO DE JUNTAS EM DRYWALL?

A utilização de fita telada no sistema drywall não é indicada pelas normas técnicas, pois sua utilização juntamente com as massas existentes no mercado não proporciona a mesma resistência em comparação com a obtida com a fita de papel microperfurado, sujeitando o sistema a patologias e ao aparecimento de trincas e fissuras.

TRATAMENTO DE JUNTAS - QUE FITA É RECOMENDADA PARA TRATAMENTO DE JUNTAS EM SISTEMAS DRYWALL?

Fitas de papel microperfurado, as únicas de acordo com as normas técnicas.

TRATAMENTO DE JUNTAS - QUE MASSA É INDICADA PARA O TRATAMENTO DE JUNTAS NOS SISTEMAS CLEANEO?

Knauf Perlfix-BR. Para Cleaneo B4, utilizar Readyfix-BR ou Fastfix-BR.

TRATAMENTO DE JUNTAS - QUE MASSAS SÃO INDICADAS PARA TRATAMENTO DE JUNTAS EM SISTEMAS DRYWALL?

Knauf Readyfix-BR, pronta para uso, ou Fastfix-BR, fornecida em pó.

TRATAMENTO DE JUNTAS - QUE FERRAMENTAS SÃO INDICADAS PARA A EXECUÇÃO DO TRATAMENTO DE JUNTAS NOS SISTEMAS DRYWALL?

Ferramentas em aço inox: desempenadeira reta ou curva e espátulas de 150 a 300 mm de largura. Mínimo necessário: uma desempenadeira reta e uma espátula de 150 mm.

TRATAMENTO DE JUNTAS - QUAIS SÃO AS MEDIDAS RECOMENDADAS PARA AS LARGURAS DOS TRATAMENTOS DE JUNTAS?

Para o tratamento de juntas de rebaixo, a largura indicada é de 300 mm. Para o tratamento de juntas de topo a largura indicada é de 600 mm.

TRATAMENTO DE JUNTAS - O QUE É TRATAMENTO DE JUNTAS?

As juntas entre chapas são parte integrante de uma instalação em drywall. Portanto, o tratamento é a maneira de executar a junta para que a superfície dos sistemas tenha acabamento liso, uniforme e sem fissuras, assegurando a continuidade mecânica entre as chapas durante a vida útil do edifício. As juntas ainda contribuem para melhor proteção ao fogo e maior isolamento acústico

FOGO - PARA FIXAÇÃO DE DUAS CHAPAS RF DE 15 MM NO SISTEMA DE TETOS, DEVE-SE USAR A ESTRUTURA BIDIRECIONAL COM F47 OU CD 60/27?

Pode-se usar tanto um perfil quanto outro. A distância entre fixações deve ser de 750 mm. A distância entre perfis primários deve ser de 750 mm também. E a distância entre perfis secundários deve ser de 600 mm para chapas fixadas na posição transversal ou de 400 mm para chapas fixadas longitudinalmente.

FOGO - QUAL A RESISTÊNCIA AO FOGO DE UMA PAREDE W115 COM DUAS CHAPAS RF DE 15 MM DE CADA LADO?

120 minutos.

FOGO - QUAL A RESISTÊNCIA AO FOGO DE UMA PAREDE W112 COM CHAPAS RF DE 12,5 MM?

90 minutos.

FOGO - QUAL SISTEMA DEVE SER UTILIZADO PARA UMA PAREDE COM TRRF DE 60 MINUTOS?

W111 com uma chapa RF de 15 mm de cada lado ou W112 com duas chapas ST 12,5 mm de cada lado.

FOGO - QUAL SISTEMA DE PAREDE USAR PARA UMA RESISTÊNCIA AO FOGO DE 60 MINUTOS?

Há duas soluções: o sistema Knauf W111 com uma chapa RF de 15 mm de cada lado ou o sistema W112 com duas chapas ST de 12,5 mm de cada lado.

FOGO - QUAL A CLASSIFICAÇÃO DE REAÇÃO AO FOGO DOS SISTEMAS DRYWALL?

Classe II A.

ACÚSTICA - QUAL É A DIFERENÇA ENTRE CONFORTO ACÚSTICO, ABSORÇÃO SONORA E ISOLAMENTO ACÚSTICO? COMO ISTO PODE AFETAR A QUALIDADE DO AMBIENTE E O BEM-ESTAR DAS PESSOAS?

O conforto acústico existe quando o ambiente proporciona boa inteligibilidade da fala (ou clareza musical) e ausência de sons indesejáveis no ambiente, criando uma sensação de paz e bem-estar. Dependendo do caso, o conforto acústico pode depender de uma boa absorção sonora, de um eficiente isolamento acústico, ou de ambos simultaneamente.

A principal finalidade do forro é absorver os sons e eliminar a reverberação (eco) nos ambientes. A aplicação de um forro acústico altera favoravelmente a absorção dos sons aéreos, propiciando uma considerável melhora interna e mais conforto aos usuários.

No entanto, o forro sozinho não impede a transmissão de sons provenientes de ambientes vizinhos, que passam através de paredes, vãos de piso ou teto, dutos de ar condicionado ou de ventilação e até mesmo pela estrutura da construção, no caso de vibrações causadas por máquinas em geral. Nessas situações é necessário adotar soluções de isolamento acústico, que são barreiras capazes de impedir ou reduzir a transmissão direta do som da fonte até o receptor. As soluções variam conforme o tipo de ruído e a forma de transmissão. De modo simplificado, o som é definido pela frequência (medida em hertz) e pelo volume (medido em decibels).  Quando excessivo ou indesejado, o som passa a ser denominado ruído e pode afetar o corpo, a mente e as atividades humanas. Se o nível de ruído é muito elevado, o ser humano pode apresentar problemas como:

  • irritação, aumento da pressão arterial e da atividade cardíaca;
  • comportamento agressivo, distúrbios do sono, alterações do humor
  • perda da capacidade auditiva, queda do desempenho, falta de concentração e problemas de aprendizado.

ACÚSTICA - TENHO PROBLEMAS COM A REVERBERAÇÃO (ECO) NO AMBIENTE. OS FORROS ACÚSTICOS AMF PODEM AJUDAR A RESOLVER ESTES PROBLEMAS?

Sim, os forros AMF podem ajudar a solucionar os problemas de longos tempos de reverberação (eco). Os materiais construtivos e de acabamento, a mobília e até mesmo as pessoas presentes exercem influência significativa sobre a acústica de um ambiente. O forro é o elemento que mais contribui para a qualidade da acústica ambiente, mas ainda assim não é possível dizer que a simples instalação de um forro absorvedor acústico será o suficiente para resolver por completo problemas de reverberação, pois pode ser necessário usar outros recursos simultaneamente. A Knauf AMF tem forros com coeficientes de absorção acústica que chegam a αw =1.00, índice que corresponde ao máximo que qualquer material pode proporcionar em termos de absorção sonora. São produtos que permitem transformar escritórios, salas de reuniões, corredores, salas de aula, auditórios e cinemas em ambientes com menor nível de ruído ambiente e boa inteligibilidade da fala. O grau de concentração e atenção aumenta, melhorando a eficiência profissional e a sensação de bem-estar. Em caso de dúvidas, fale conosco ou procure um consultor de acústica.

ACÚSTICA - OUÇO RUÍDOS CAUSADOS PELOS MEUS VIZINHOS (BARULHO DE SALTO ALTO, CRIANÇAS BATENDO BOLA, PESSOAS CONVERSANDO, ETC.). OS FORROS ACÚSTICOS AMF PODEM RESOLVER ESSES PROBLEMAS?

Os ruídos e a formas como eles chegam ao seu apartamento, casa ou escritório são diversas e existem soluções específicas para cada caso, por exemplo:

Ruído de tráfego urbano – normalmente é sanado com o uso de janelas acústicas;

Ruídos originados pela vibração de uma bomba de recalque ou pelas máquinas do elevador – podem ser solucionados com amortecedores de vibração instalados nestes equipamentos;

Ruídos que vêm do hall de elevadores – podem ser atenuados com portas acústicas;

Ruídos de grupos geradores – podem ser minimizados pelo enclausuramento acústico.

Transmissão de ruídos entre apartamentos – Entre as reclamações mais comuns em edifícios de apartamentos estão os barulhos originados em unidades vizinhas, como os causados pelo caminhar com salto alto, crianças batendo bola, pessoas conversando ou latido de cães. É difícil controlar esses ruídos, pois eles se propagam pela estrutura do edifício e o uso de um forro acústico isoladamente pouco pode ajudar nesses casos. O mais indicado é procurar um consultor de acústica, profissional especializado para avaliar as condições do local e oferecer soluções técnicas adequadas à situação.

ACÚSTICA - COM QUAIS CONFIGURAÇÕES É POSSÍVEL ALCANÇAR UM DESEMPENHO ACÚSTICO DESEJADO?

Essa é uma grande vantagem do sistema drywall, que é “aberto”, podendo ser configurado da forma desejada para proporcionar isolamento acústico desde 35 dB, equivalente ao de uma parede de alvenaria convencional, até índices bem mais elevados, de até 60 a 70 dB. As configurações mais simples de paredes drywall, com apenas uma chapa de cada lado e lã mineral em seu miolo, já atendem o nível mínimo da norma de desempenho ABNT NBR 15.575. Com mais chapas, seu desempenho excede em muito o nível superior fixado na norma.

ACÚSTICA - COMO É POSSÍVEL, COM SISTEMAS DRYWALL, EVITAR A PASSAGEM DO SOM POR CAMINHOS SECUNDÁRIOS OU FLANCOS?

A fita para isolamento ou banda acústica reduz a transmissão por flancos quando usada no perímetro da estrutura.

ACÚSTICA - REVESTIMENTOS EM DRYWALL CONTRIBUEM PARA O CONFORTO ACÚSTICO?

Sim. Proporcionam maior isolamento quando aplicados diretamente ou com estrutura auxiliar sobre alvenaria já existente, tanto na face interna de paredes externas, quando em paredes de separação entre unidades autônomas e também entre ambientes internos. Revestimentos com chapas perfuradas também contribuem para um maior conforto acústico no que diz respeito a absorção do som, melhorando o tempo de reverberação do ambiente.

ACÚSTICA - TETOS EM DRYWALL TÊM BOM DESEMPENHO ACÚSTICO?

Sim, e podem ser projetados para atenuar os sons transmitidos pelo ar, diminuindo o ruído exterior e reduzindo a propagação dos ruídos internos.

ACÚSTICA - QUAL A UTILIDADE DAS CHAPAS PERFURADAS?

São usadas para absorção acústica, diminuindo o tempo de reverberação do som no ambiente

ACÚSTICA - CHAPAS LISAS DO TIPO ST PODEM SER USADAS PARA ATENUAÇÃO SONORA OU ISOLAMENTO ACÚSTICO?

Sim. Sistemas de paredes e revestimentos drywall com chapas ST, configurados e executados de acordo com as normas técnicas, apresentam desempenho acústico no mínimo igual ao de paredes equivalentes em alvenaria.

ACÚSTICA - QUAL SISTEMA KNAUF PROPORCIONA MAIOR ISOLAMENTO ACÚSTICO: W111, W112, W115 OU W116?

O sistema W116, pois tem maior espessura final, portanto com maior camada de ar em seu interior.

ACÚSTICA - DE QUE FORMA A APLICAÇÃO DOS SISTEMAS DRYWALL AJUDA A MELHORAR O DESEMPENHO ACÚSTICO DO AMBIENTE?

As paredes drywall, em função da característica de descontinuidade dos meios (efeito massa + mola + massa), apresentam maior isolamento acústico do que as paredes maciças.

Os tetos em drywall apresentam índice mais alto de isolamento acústico por transmissão aérea, diminuindo assim o ruído exterior que atinge o imóvel. Também contribuem para reduzir o ruído propagado para os ambientes ou imóveis vizinhos. Em muitos casos, as lajes são finas, e os tetos em drywall também contribuem para aumentar seu isolamento acústico.

Os revestimentos em drywall contribuem para o aumento do isolamento acústico das paredes de alvenaria convencional existentes no imóvel, proporcionando assim maior isolamento acústico nas compartimentações verticais.

ACÚSTICA - QUE SISTEMAS SÃO INDICADOS PARA ISOLAMENTO SONORO DE AMBIENTES?

Sistemas de paredes W111 (34 – 47 dB), W112 (42 – 55 dB), W115 e W116 (superiores a 52 dB) e sistemas de revestimentos W625 e W626, quando aplicados como revestimentos de paredes de alvenaria melhoram consideravelmente o isolamento acústico.

ACÚSTICA - QUE SISTEMAS SÃO RECOMENDADOS PARA PROMOVER MAIOR ABSORÇÃO SONORA?

A linha Cleaneo e os forros removíveis Danoline e AMF.

ACÚSTICA - POR QUE O DESEMPENHO ACÚSTICO NOS SISTEMAS DE PAREDES DRYWALL É ELEVADO?

O sistema drywall, por ser multicamadas, apresenta o efeito acústico massa-mola-massa (respectivamente, chapa de gesso, ar e chapa de gesso), resultante da descontinuidade de meios. Esse efeito faz com que o drywall seja mais eficaz no isolamento acústico do que sistemas mais pesados e feitos com um só tipo de material, como paredes de alvenaria convencional ou de concreto. O drywall pode ter seu isolamento acústico aumentado com a colocação de lã mineral em seu interior, pois esse material é um excelente absorvente acústico, fortalecendo a função mola.

X
×